Você conhece os benefícios da tecnologia de associação de resistores?

Durante a fabricação de vidros para o segmento de refrigeração, aplicar a tecnologia de associação de resistores é um diferencial de mercado, mas antes de mostrar porque aplicamos esta tecnologia no vidro Low-E, reunimos a seguir as características e principais vantagens deste tipo de vidro. Confira!

 

Vidros Low-E: conheça as características e vantagens 

O vidro Low-E, também conhecido como baixo emissivo, conta com uma camada fina de óxidos metálicos em uma de suas faces, com o objetivo de aumentar o seu desempenho térmico. A aplicação do Low-E é recomendada em situações que exigem a redução da incidência de radiação de raios infravermelhos e evitar a troca de temperatura.

A aplicação deste vidro proporciona um alto isolamento, maior controle da perda térmica e mais transparência, sendo ideal para o segmento de refrigeração, pois melhora a performance de diversos equipamentos. 

Ainda, um dos maiores diferenciais do vidro Low-E é a redução de custos, principalmente com energia elétrica, devido ao seu ótimo desempenho térmico.

 

Quando utilizar o vidro aquecido?

O vidro aquecido pode ser utilizado em locais onde há uma variação elevada entre a temperatura interna e externa ou com umidade relativa do ar alta. Por isso, recomendamos a utilização do vidro low-E para evitar a condensação dos visores.

O ideal é que o vidro externo (aquecido) fique o mais próximo possível da temperatura ambiente, sempre acima da temperatura de orvalho, evitando assim a condensação.

 

Por que a Rohden Vidros aplica a tecnologia de associação de resistores nos vidros Low-E?

Como o vidro baixo emissivo tem uma face condutiva, fazemos com que uma corrente elétrica circular passe por essa face, gerando o aquecimento do vidro por meio do efeito Joule. 

Isto pode ser feito através de diferentes métodos, como a utilização de transformadores, capacitores, dispositivos eletrônicos, ou ainda, pela criação da usinagem no vidro, alterando as características para atingir este mesmo objetivo.

Temos na Rohden Vidros a tecnologia apropriada para executar este processo. Durante a fabricação do vidro, são criados caminhos condutivos que aliados à tensão elétrica aplicada sobre este vidro, normalmente de 220Vac, geram uma corrente suficiente para aquecer de forma uniforme e eficiente o produto. 

Com isso, conseguimos promover uma redução no custo e na complexidade do vidro. Além disso, o produto desenvolvido se torna muito mais harmônico e com um design moderno. 

A tecnologia de associação de resistores também se torna vantajosa por manter o vidro em uma temperatura ideal, que impede sua condensação quando aplicado em equipamentos refrigerados.

E então?

Abordamos neste conteúdo a importância da associação de resistores quando utilizada na fabricação de vidros. 

Por meio desta tecnologia é possível tornar o produto mais econômico e melhorar sua performance. Considerando a aplicação no vidro Low-E, que já é um material com um ótimo desempenho térmico, a junção destes dois fatores contribui para o desenvolvimento de uma solução muito mais otimizada. 

Como você pode ver, para obter vidros mais eficientes é fundamental que o processo de fabricação conte com as tecnologias adequadas. 

Se você deseja entender mais sobre como os métodos utilizados na etapa de desenvolvimento contribuem para a qualidade do vidro, clique aqui e leia nosso conteúdo sobre o processo de têmpera!