Portas expositoras para câmaras de conservação: saiba como elas podem melhorar a performance dos seus produtos!

A fabricação de portas expositoras para câmaras de conservação deve proporcionar uma boa performance e um melhor desempenho térmico. 

De maneira geral, a capacidade de um material irradiar energia, ou seja, sua emissividade, é um dos fatores que influenciam na performance, sendo um aspecto fundamental para equipamentos que armazenam materiais termolábeis. 

Nesse sentido, apresentamos a seguir qual é a importância da emissividade nas portas expositoras de câmaras de conservação. 

Você também verá mais detalhes sobre os vidros produzidos pela Rohden indicados para as portas deste tipo de equipamento. Continue a leitura!

Qual a importância da emissividade em portas expositoras para câmaras de conservação?

É essencial que as portas expositoras para câmaras de conservação sejam fabricadas com materiais de qualidade e com baixa transferência de calor. 

Isso porque, este tipo de equipamento é utilizado para o armazenamento de produtos termolábeis, ou seja, produtos extremamente sensíveis à variação de temperatura.

O vidro utilizado na porta da câmara exerce um papel fundamental no desempenho do equipamento. Consequentemente, a qualidade dos materiais armazenados, como amostras de materiais biológicos e vacinas, pode ser influenciada pelo equipamento de conservação.

Nesse sentido, o vidro deve ter baixa emissividade para proporcionar um melhor desempenho. A emissividade é a capacidade de emissão de energia por radiação do material. Assim, quanto menor a emissividade, menor é a transferência de calor por radiação. 

Ao contar com uma baixa emissividade, o vidro permite que a câmara tenha poucas perdas térmicas.

O controle da temperatura é essencial para a segurança dos materiais armazenados. Esta questão também influencia aspectos gerenciais dos laboratórios, clínicas e outras empresas que utilizam estes equipamentos. Isto devido ao aumento de produtividade e redução de custos que um controle eficaz de temperatura promove. 

Para que as portas das conservadoras que você produz tenham baixa emissividade a tecnologia Low-E pode contribuir.

O vidro Low-E possui uma camada fina de óxidos metálicos em uma das faces do vidro, aumentando seu desempenho térmico, pois reflete os raios ultravioletas para impedir a troca de temperatura. 

Por fim, o Low-E proporciona um resultado ainda melhor quando produzido em vidro insulado, também conhecido como duplo, já que este material é um ótimo isolante térmico. 

Agora que você já entendeu melhor a importância da emissividade em seus equipamentos, confira a seguir as características e vantagens dos vidros da Rohden que fazem parte da linha de portas expositoras para câmaras de conservação!

Conheça as características dos vidros da Rohden para câmaras de conservação

A Rohden atua no mercado de fabricação de vidros há 15 anos atendendo diversos segmentos. Com uma equipe técnica voltada para o desenvolvimento de produtos, bem como, um laboratório próprio que permite realizar ensaios e análises, aprimoramos continuamente nossa linha de produtos e implementamos novas tecnologias em nossos processos.

Somos a empresa mais jovem a obter o certificado do INMETRO e do Instituto Falcão Bauer de Qualidade com a norma NBR 14698, que regulamenta a fabricação de vidros temperados.

Na produção de portas expositoras para câmaras de conservação, buscamos garantir a máxima eficiência em isolamento, controlando a perda térmica, diminuindo o consumo de energia e mantendo a qualidade dos produtos armazenados.

Aplicamos a tecnologia Low-E quando o projeto demanda e nossos vidros contam com uma das melhores emissividades do mercado, garantindo uma excelente performance para as câmaras de conservação.

As portas expositoras passam por um rigoroso processo de inspeção durante a fabricação, incluindo a conferência do percentual de gás argônio aplicado em cada vidro duplo, além de testes elétricos para melhorar o desempenho. 

O processo de fabricação desta linha é muito flexível, atendendo diferentes necessidades. Por exemplo, as portas são fabricadas de acordo com cada projeto e seus diversos dimensionais. Ainda, há a disponibilidade de aplicação em baixa e média temperatura.

Também é possível produzir portas aquecidas ou sem aquecimento. Além disso, a linha conta com o opcional de perfis espaçadores em PVC nos pacotes de vidros duplos, o que auxilia na redução de transferência térmica.

Outro opcional da linha é a fabricação de portas em alumínio, PVC ou serigrafadas.

E então?

Você viu neste conteúdo que a capacidade de um material reduzir a transferência de calor é um fator fundamental nas portas expositoras para câmaras de conservação.

Também apresentamos a tecnologia Low-E que proporciona resultados ainda melhores para o controle de variação de temperatura e os principais pontos e diferenciais relacionados à fabricação das portas expositoras para câmaras de conservação da Rohden.

Nossos vidros são produzidos com alta tecnologia, cadeia de processos eficiente e equipamentos de última geração, garantindo maior qualidade e um bom desempenho para a refrigeração. 

Se você deseja garantir a qualidade de armazenamento para suas conservadoras refrigeradas, clique abaixo e solicite um orçamento sem compromisso!

Orçamento portas para conservadoras refrigeradas